0 Institucional | Associação Comunitária Paraiso-Polis nav, nav ul.menu > li, nav ul.menu > li a, nav a, nav ul.menu > li > ul > li a, nav ul.menu > li > ul > li { color: #ffffff; font-family: serif; font-size: 15px; font-weight: normal; }

Institucional

 

institucional

A Associação Comunitária  Paraiso- Polis eh uma instituição sem fins lucrativos, localizada  em Paraisópolis, comunidade que conta  com mais ou menos  55.590  pessoas , residindo em mais ou menos  20.832   casas, prédios   de alvenarias, e barracos  de madeira,  estamos na  zona  sul da cidade de São Paulo,  atendidos pela subprefeitura de Campo Limpo.

Fundada em 1 de agosto de 1999, para ser um espaço  que atendesse crianças, adolescentes e jovens pertencentes a famílias de baixa renda  moradores da Comunidade. O trabalho em Paraisópolis começou pela iniciativa  de Dona Maria Rosa de Jesus, que em uma visita  a uma  família carente que ali residiam, notou as infinitas  necessidades do local .

Tudo começou com a organização de um cafe da manha, e neste dia apareceram duas crianças apenas. Estávamos em uma garagem cedida, local simples paredes de tabuas de madeira e chão de terra batida. Nao havia bancos, e sim tabuas de madeira apoiadas em latas de tinta vazias. Mas aos poucos a realidade foi se alterando, as crianças foram se achegando pois neste local, havia contadores de historia, brincadeiras e desenhos para pintar, tudo feito com amor e carinho, feito para elas.

O local então tornou-se pequeno, alem da presencia marcante de  crianças, adolescentes e jovens, as mães começaram a se aproximar a participar, e nos mudamos para um sobradinho muito pequeno, alugado  e pago com muito esforço, dos  recursos próprios da Dona Maria.

Precisamos mobiliar o sobradinho, recebemos então nossas primeiras doações  de cadeiras, que atendeu aos adultos e  mesas e cadeiras para  que as crianças pudessem desenvolver as atividades propostas.

Neste mesmo período  a pequena Associação começou a desenvolver aulas de croche para as mulheres e  mães, com intuito de desenvolvermos panos de pratos  que logo  no final do ano de 2002 puderam ser comercializados.

Assim a partir de um coração sensível e  um olhar determinado, em 2003  a Associação Comunitária em Paraiso-Polis,  passou a ocupar um espaço maior, pois o trabalho  com as crianças e adolescentes aumentou, passamos a oferecer aulas de reforço escolar, aulas de alfabetização para adultos,  aulas de culinária e organização de eventos como almoços comunitários.

Nossa casa,  a casa da Associação Comunitária Paraiso-Polis, esta localizada  no Grotinho como eh chamado este lado  que fica  perto do Cemitério do Morumbi, desde  mais ou menos 2007 o local  vem passando  por inúmeras modificações que fazem parte do processo de reurbanização da comunidade, implementado pela Prefeitura de Sao Paulo.  Mesmo com tantas mudanças o local eh carente de programação  cultural, educativa, incentivadora e motivadora para  as crianças, adolescentes e  os jovens, que na maioria sofre com a carência  de uma educação   nada eficiente que os tire da linha do analfabetismo e os incentive ao aprendizado, isto devido ao baixíssimo índices de aproveitamento escolar.

É necessário fornecer  opção de vida saudável, equilibrada mente e corpo sadio, através de atividades  educativas , culturais , lazer e  esportivas que transformam o ser humano.    A oferta se faz necessária,  pois  o local carece de famílias bem estruturadas com valores morais sólidos, para  que quando chegar  o assedio,  o apelo a oferta  o consumo a   bebidas, drogas ou a pratica do  sexo banal  eles sejam  combatidos. Para que crianças não se iniciem nestas praticas muito cedo, para que adolescentes não se percam e jovens não morram mais tao cedo, devido a ter se iniciado muito cedo neste caminho de escuridão atraídos pela vida louca. Não estamos aqui para competir, para julgar, queremos ser a voz que oferece  oportunidades, o braco que resgata para uma    vida saudável e equilibrada de acordo com a idade que se tenha, independente de quem seja, mas queremos restaurar a dignidade infantil, para que este no futuro seja um adulto de solidas convicções.